Mirtilos: Desafios do cultivo e identificação de pontos críticos para competir nos mercados

O debate da Mesa Redonda irá aprofundar as questões que mais interessam aos produtores e empresários marroquinos.

Tudo está pronto para isso 13 e setembro 14 o XXVIII Seminário Internacional de Mirtilo nas dependências do Hotel Les Dunes d'Or Centre De Congrès..

O encontro será uma instância de apoio à indústria marroquina na tomada de decisões relativas a novos sistemas de gestão; melhores estratégias para enviar fruta aos mercados; mais informações para decisão de novos investimentos; e maior conhecimento das diversas alternativas de mudança varietal, entre muitas outras vantagens.

programa

Num contexto em que a indústria internacional procura aumentar a procura global de mirtilos e duplicar a produção para atingir os 4 milhões de toneladas, procurando fazer do mirtilo a fruta preferida dos consumidores, um grande número de especialistas de diferentes nacionalidades estarão presentes para participar com os seus conhecimentos no programa do encontro, entre os quais se destacam os médicos Jorge Retamales e Bruno Defilippi, talvez os mais completos pesquisadores e especialistas nas diversas facetas do cultivo do mirtilo submetido a diferentes condições edafoclimáticas.

Mesa redonda

Esses dois especialistas, juntamente com Jorge Esquivel, diretor da Blueberries Consultinge Amine Benanni, Presidente da Associação Marroquina de Produtores de Frutos Vermelhos (AMPFR), serão os participantes de uma Mesa Redonda que encerrará o primeiro dia do encontro, na qual serão discutidos os diferentes fatores relacionados com o “Desafios da cultura e identificação de pontos críticos para competir nos mercados”.

Na discussão do Mesa redonda Serão estudadas em profundidade as questões que mais interessam aos produtores e empresários marroquinos, como os vários aspectos relacionados com os sistemas de gestão sem solo; a eficácia na fase pós-colheita; redução de perdas; o aumento da rentabilidade; as melhores estratégias para enviar frutas ao destino; a oferta genética de última geração; produtividade por hectare, entre outras questões.

Desafios

A produção de frutos vermelhos em Marrocos ocorre numa área aproximada de 13.500 hectares, dos quais 4.080 ha são dedicados ao cultivo de mirtilos, 4.600 ha à framboesa e 3.080 ha à produção de morangos, dos quais 75% estão localizados no norte do país.

Neste quadro, os problemas e desafios que a indústria marroquina enfrenta são variados e serão diagnosticados no debate, especialmente a identificação e estratégias para superar os principais pontos críticos que a afetam.

El XVIII Seminário Internacional de Mirtilo que será realizado nas dependências do Hotel Les Dunes d'Or Centre De Congrès, Agadir, conta com o apoio oficial do Associação Marroquina de Produtores de Frutas Vermelhas (AMPFR) e Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Agadir (CCIS).

o programa Seminário Internacional de Mirtilo Setembro em Agadir deixará a indústria com melhores informações, pois o objetivo é colaborar para termos uma indústria e um mercado mais informados e competitivos.

O próximo XXVIII Seminário Internacional de Mirtilo O evento será realizado 13 e setembro 14 nos salões de Hotel Les Dunes D'or Centre De Congrès, na cidade de Agadir, Marrocos.

Para perguntar sobre o estande disponível clique AQUI

Pára compre seu ingresso para o evento clique AQUI

fonte
Consultoria Blueberries

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

No Chile, neste 11 de abril, duas indústrias de sucesso se encontraram
O Instituto de Extensão de Ciências Agrárias e Alimentares da Universidade...
Cerejas, uma temporada de sucesso que será analisada no encontro deste 1...