Cranberries são afetados por uma peste letal

Da região de Maule à região de Aysén, existem 1.600 hectares plantados com blueberries, dos quais 12% estão localizados na província de Ñuble. Na última vez, as plantações estão sendo afetadas por uma praga que é comumente conhecida como a "criança ameixa" (Aegorhinus nodipennis).

"Este inseto causa danos tanto no estado adulto quanto no estágio larval, mas o dano principal é o estágio larval. Então, o dano que isso causa é que ele produz galerias dentro da raiz, o que enfraquece a planta até a morte ”., detalhou a bioquímica do INIA Quilamapu, Irina Urtubia.

Urtubia ressaltou que "Geralmente os agricultores percebem o problema quando veem alguns adultos na superfície, mas já nesse momento é o dano instalado. As fêmeas põem muitos ovos e depois multiplicam-se muito depressa ".

A bioquímica explicou que, no projeto em que estão trabalhando, eles têm a possibilidade de procurar quais fungos entomopatogênicos e quais nematóides podem controlar o inseto.

"A vantagem dos nematóides, de modo que é entendido é como uma espécie de verme que tem a capacidade de se mover dentro do perfil do solo e encontrar a larva alvo, são altamente específicos e, neste projeto, encontramos dois isolados que controlam em laboratório o 100% das larvas, isto é, causa a mortalidade 100%, o que é muito bom porque significa que no solo estaríamos chegando perto de um 80% no melhor dos casos ", Disse.

 

Fonte: Ladiscusion.cl

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

As geadas devastadoras causam perdas significativas de mirtilos nos U...
Sonho azul: Ucrânia bate recorde histórico de exportação de mirtilo...
José Antonio Gómez-Bazán, CEO da Camposol: qual o segredo do sucesso...