O abacate Hass transforma a Colômbia em um cenário de investimento internacional

O potencial agrícola da Colômbia na produção do abacate Hass, com duas safras anuais, bem como o amplo mercado mundial dessa fruta, fazem do país um interessante cenário de investimentos para gigantes da agricultura como Israel, Espanha, África do Sul e Chile.

Em janeiro deste ano, a poderosa empresa agrícola israelense Managro adquiriu a Pacific Fruits, empresa do Valle del Cauca que se consolidou como uma das líderes na produção de abacate Hass e frutas tropicais. Com esse sinal fica claro qual é o plano da gigante da indústria israelense. A Pacific Fruits fechou 2019 com exportações próximas a 9 milhões de dólares e foi a primeira empresa colombiana a exportar abacates para Argentina, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Hong Kong, Kuwait e Japão.

A chegada da Managro foi precedida pela entrada na Colômbia da espanhola Eurofresh, que chegou ao país em 2015, especificamente a Manizales, onde além de seu produto padrão, o abacate Hass, comercializa frutas e vegetais orgânicos. Além da Colômbia, a Eurofresh possui safras e plantas de processamento na Espanha, Peru, República Dominicana e um centro de logística e marketing na Holanda.

O maior produtor e exportador de abacate Hass do país é o grupo colombiano Cartama, formado por um conjunto de empresas com plantações principalmente em Antioquia e região cafeeira, da qual participam pequenos produtores como José Alberto Vélez, ex-presidente do Grupo Argos. Com mais de 1.000 hectares de lavouras, exporta há quase duas décadas por meio da Avofruit SAS, comercializadora localizada em Pereira. A Cartama, sob a liderança de Ricardo Uribe, foi a primeira empresa a abrir o mercado chinês, com uma exportação de 24 toneladas em maio deste ano da Guática, de Risaralda.

Em 2017, firmou parceria com o UK Fresca Group, maioritariamente propriedade da família Mark. Diante do aumento da demanda por abacate, ele organizou a The Avocado Company em 2017, por meio da qual foi criada a Cartama Europe e a Cartama UK.

E continuou se expandindo. Assinou um acordo de marketing e distribuição com a American Mission Produce, maior comerciante de abacate do mundo que nasceu há 35 anos na Califórnia e oferece abacate durante todo o ano. Eles estão presentes no México, Guatemala, Peru, China, Europa, Quênia, Israel, Nova Zelândia e África do Sul.

O comerciante Westsole Fruit Colômbia também pesa sobre o negócio. Junto com o Grupo Cartama, eles administram quase 50% das exportações de abacate Hass do país. Westsole Fruit Colombia é o resultado de uma aliança entre a Westfalia da África do Sul e a Subsole do Chile, que está no país há mais de seis anos, e tem seus centros de produção em Rionegro e Sonsón, em Antioquia.

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

A indústria peruana de mirtilo se recupera e cuida de suas colheitas
«Se receberem atenção suficiente, as amoras certamente têm poder...
Agrícola Cayaltí aposta no mirtilo em Lambayeque: Qual é a sua...