Exportações peruanas de mirtilo atingiram 9.816 toneladas até agora na safra 2023/2024

O volume representa uma queda de -28% em relação às 13.576 toneladas expedidas no mesmo período da campanha anterior.

Na semana passada, as exportações do produto somaram 2.160 toneladas, 47% a menos que na mesma semana do ano passado.

(Agraria.pe) Apesar de os embarques de mirtilos frescos continuarem a aumentar, eles ainda estão abaixo do ano anterior. Na semana passada, as exportações do produto somaram 2.160 toneladas, 47% a menos que na mesma semana do ano passado. Com isso, até o momento da campanha 2023/2024, os embarques somam 9.816 toneladas, 28% a menos em relação às 13.576 toneladas expedidas no mesmo período da campanha anterior (2022/2023).

Nesta semana, o mirtilo peruano chegou a 21 destinos, dos quais 3 concentraram 86% dos embarques: Estados Unidos (36% de participação), China (30%) e Holanda (20%).

Para o país norte-americano, as remessas peruanas somaram 784 toneladas, 56% a menos que no ano passado. Já os exportadores peruanos que mais se destacaram neste local foram Qali Fruits SAC, com 16% de participação; e Family Farms Peru SRL, com 10%.

Para o gigante asiático, os embarques somaram 646 toneladas; ou seja, 61% a menos que na mesma semana de 2022. Nesse mercado, as empresas exportadoras peruanas que mais participaram foram Mirtilos Peru SAC, com 35%; e Sociedad Agrícola Drokasa SA, com 25%.

Fechando o pódio, os holandeses conseguiram adquirir um total de 424 toneladas, 23% a mais que no ano passado; no entanto, isso não foi suficiente para compensar o declínio nos dois primeiros países. Quanto aos exportadores peruanos que mais se destacaram neste local, destacaram-se a Camposol SA, com 22%; e La Hanseática SA, com 21%.

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

A Fundação Caja Rural del Sur é mais uma vez a principal patrocinadora do...
Bagas e frutas do Marrocos e do Egito despertam grande interesse em Ka...
“A Roménia torna-se uma origem estratégica, uma vez que cobrirá uma...