Governo explora novos mercados internacionais na queda dos preços dos mirtilos nos EUA e na China

O Ministério da Agricultura de La Araucanía explora novos mercados internacionais, antes da crise de preços vivida pela produção de mirtilos nos Estados Unidos e na China.

Os produtores da área, onde a produção ultrapassa os 2 hectares, estão preocupados com a Queda de 49% nos preços transação da fruta, especialmente nas potências mundiais mencionadas

Se em 2019 o quilo de mirtilos fosse negociado a oito dólares por quilo, atualmente o valor não exceda quatro dólares, o que gerou medo nos produtores locais, devido à competição de outros países produtores de mirtilo, como Peru ou México.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_1″ tdc_css=””]

Alex Ceballos, presidente da Cooperativa de Orgânicos Happy Berries, que produz mais de 150 toneladas de frutas nas comunas de Gorbea e Loncoche, Ele disse que a concorrência internacional influenciou a queda nos preços.

Os seremi da Agricultura, Ricardo Senn, confirmaram a complexa situação, mas indicaram que o Governo está explorando novos mercados para a exportação de bagas.

Além disso, a Agricultura sendoi informou que, da produção total de mirtilo na região, mais de 90% já foram exportados e os 10% restantes serão destinados ao mercado interno.

De qualquer forma, o alto preço do dólar nas últimas semanas permitiu amortecer parcialmente a exportação de frutas.

fonte
biobioquilo

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

Cerejas chilenas: uma temporada discutível
Os mirtilos de Yunnan estão atualmente em sua última temporada...
Agrivoltaicos para frutas vermelhas