Jorge Esquivel: "Este é o momento em que as empresas se aproximam e captam preocupações"

A produção de blueberries no Peru teve um crescimento exponencial, todos disseram e reconheceram. Esse rápido crescimento também traz consigo o aumento das dificuldades e a necessária atualização do conhecimento, tanto para os empresários agrícolas que iniciaram a lavoura quanto para a grande quantidade que ainda está integrada. Devemos nos esforçar para manter os parâmetros, de modo que continue sendo um bom negócio para todos.

Este é o objetivo principal XI Seminário Internacional do 17 de maio em Lima. Se você analisar cada um dos tópicos incluídos no programa e o currículo dos especialistas e relatores, fica claro que essa reunião leva muito a sério a verdadeira realidade da cultura e seus desafios atuais, tanto no Peru quanto no resto do mundo. mundo

Caracterizar o problema das diferentes áreas produtivas é a necessidade de levantar um bom diagnóstico e analisar as diferentes opções de gestão, que é assegurada no programa. Igualmente importante é aprofundar as qualidades da hidroponia e conhecer as diversas tecnologias existentes no mercado, tanto em substratos como em vasos, acessórios e conselhos.

Conversando com Jorge Esquivel e sua experiência como consultor internacional, ele nos fala sobre a importância de conhecer e avaliar a produção hidropônica em blueberries.

"É necessário valorizar o uso desta tecnologia sob diferentes perspectivas e considerar múltiplos fatores: condições ambientais, custos, tempos de entrada em produção, datas estimadas de colheita, vigor da variedade, qualidade dos solos, maior ou menor controle da cultura, expertise da equipe técnica, entre outros. Dependendo das características da área de produção e de uma escolha varietal bem sucedida, benefícios importantes podem ser obtidos com este sistema de produção", Diz o especialista. Acrescenta ainda que se apresenta como uma alternativa excelente e atraente para a produção de frutas orgânicas em curto espaço de tempo, atendendo aos atuais protocolos internacionais.

Esquivel destaca que, de acordo com sua experiência, um dos maiores requisitos das equipes técnicas é ter mais acesso e conhecimento da tecnologia da indústria agroquímica e conhecer as qualidades e os usos dos produtos dessas empresas. O programa do Seminário aborda este tema no campo da pesquisa e os novos conhecimentos que existem a esse respeito, com dois expoentes reconhecidos: Heiner Goldbach, da Universidade de Bonn, Alemanha, que apresentará sobre a aplicação de nutrientes por via foliar e como otimizar sua absorção, e Patrick Du Jardin, da Universidade de Liege, Bélgica, que compartilhará seus conhecimentos sobre o uso de bioestimulantes vegetais, na perspectiva da produção agrícola sustentável. Os dois pesquisadores gozam de grande prestígio internacional e são pioneiros na pesquisa em suas áreas de atuação.

"Mas é necessário que as empresas se aproximem das equipes técnicas mostrando seus produtos e explicando suas qualidades e usos. Há muita ignorância neste campo e o 17 International Seminar em maio é um bom cenário para conectar os diferentes atores. Este é o momento em que as empresas se aproximam e captam as preocupações", Enfatiza.

A reunião também desenvolverá uma mesa redonda para detectar os principais problemas de condição da fruta peruana observados no destino, principalmente no mercado asiático, e compartilhar opiniões sobre possíveis formas de controle.

"Devemos valorizar o esforço de realizar essas instâncias de participação e aprendizado porque é um exercício muito necessário para a indústria. É hora de avaliar, corrigir e renovar"Argumenta o especialista, e reitera sua posição de que, não apenas para os produtores peruanos, é essencial participar dos tópicos programados, mas também de todos os atores da indústria na região. "A globalidade que a cultura vem adquirindo obriga a padronizar critérios em todas as etapas do processo produtivo e seu manejo.", Termina.

Fonte: Consultoria Blueberries

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

Onubafruit, o primeiro produtor de bagas em Espanha embora reduza 11%...
Grande participação da indústria no Fall Creek Field & Forum em G...
Agroexportadores pedem estabilidade política e social, segurança e infraestrutura...