Propagação de "mosca-das-asas" no Chile ameaça a produção de frutas e bagas

As Equipes de Serviço Agrícola e de Pecuária, SAG, estão analisando uma estratégia para combater a "mosca manchada", que chegou ao país vindo da Argentina, após apresentar uma propagação explosiva que ameaça a produção de frutas e bagas.

Em 2017 foi a primeira vez que esta espécie foi detectada chamada Drosophila suzukii, entre Pucón e Villarrica, confirmando através de armadilhas de monitoramento e a vigilância permanente do SAG, que atualmente existem espécimes da região de O'Higgins para Los Lagos, informou a Biobiochile.

Segundo confirmou em Temuco o chefe do Departamento de Fitossanidade da Divisão de Proteção Agropecuária e Florestal do SAG, Marco Muñoz Fuenzalida, da Rádio Bío Bío, a praga é muito agressiva em fruteiras.

Um trabalho está sendo realizado na capital regional de La Araucanía para decidir sobre uma estratégia e posterior campanha de difusão para a emergência fitossanitária devido à detecção da peste em várias regiões do Chile. O SAG treinou mais de 80 INDAP trabalhadores na região para aumentar a conscientização sobre as medidas e características fitossanitárias desta mosca.

fonte
CNN Chile

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

As produções de morango e framboesa em Huelva caem 9 e 15% enquanto...
«Grandes oportunidades para mirtilos na categoria de lanches»
Mirtilos: geadas causaram perdas de 20% da produção