O setor agrícola cresceu entre 1% e 1.2%, apesar da pandemia Covid-19 em 2020

O Ministério do Desenvolvimento Agrário e Irrigação (Midagri) indicou que o setor agrícola teria registrado um crescimento entre 1.0% e 1.2% em 2020, em relação ao ano anterior, apesar da Covid-19, sendo um dos poucos setores que apresentou uma desempenho positivo no ano que acaba de terminar.

Midagri destacou que dentro do subsetor agrícola, os principais produtos que cresceram nos meses de janeiro a outubro de 2020 são o mirtilo, que aumentou 37.6% (aumento da área de produção em La Libertad, Lambayeque, Ica e Áncash ), seguida pela páprica com 28% (maior área colhida em Lima, Arequipa e Piura); arroz em casca com 10.1% (devido a uma maior área plantada e colhida em Lambayeque, San Martín e Piura) e cacau com 9.6% (maior área de produção e melhores rendimentos em Ucayali, San Martín e Cusco).

Destaque também para o bom desempenho da produção de abacate, que cresceu 8.7% (maior área colhida em La Libertad, Lima e Ica); alfafa em 7.8% (devido a uma maior área de produção em Puno, Moquegua e Arequipa); aspargos com 4.5% (devido à maior área colhida em Ica e Lima); o café em pergaminho aumentou 3.1% (em San Martín, Pasco e Cajamarca), entre outros.

Por outro lado, as exportações agrícolas regionais a partir de outubro cresceram em 19 dos 24 departamentos, destacando neste comportamento as vendas de alimentos para o mercado internacional em relação a 2019, como Ayacucho com um crescimento de + 112% com produtos como a quinua , abacate e pó de tara; Ucayali (+ 103%) com óleo de palma; Junín (+ 71%) sendo produtos relevantes como gengibre, café torrado e cúrcuma, entre outros.

A região de San Martín também se destaca (+ 26%) com as colocações de arroz, café e cacau; Amazonas (+ 22%) com café torrado; Lambayeque (+ 12%) com produtos como mirtilo, abacate e manga congelada; Piura (+ 4.8%) com manga e mirtilo frescos e congelados; Ancash (+ 4.8%) com abacate, mirtilo e manga; La Libertad (+ 3.6%) com mirtilos, abacate e frutas cítricas; Ica (+ 2.4%) destacando itens como mirtilo e frutas cítricas, sendo essas as regiões que mais contribuíram para esse crescimento

Maior colocação de arroz

Midagri destaca o caso particular do arroz em casca, que continua sendo a principal cultura que vem sustentando o ritmo de crescimento do setor agrícola neste ano, com mais de 3.026.000 mil toneladas produzidas e um crescimento de 10% nos dez primeiros. meses do ano.

Sem dúvida, é um produto que também teve uma notória dinâmica nos mercados internacionais, impulsionado pelos esforços da Midagri para expandir novos mercados de destino, especialmente o mercado colombiano, que responde por 90% das exportações de cereais peruanos.

Por outro lado, o subsetor da pecuária teve um comportamento diferente. Por exemplo, a produção de frango caiu 1.7% (menor colocação de frangos bb da linha de carne em Lima, La Libertad e Arequipa), enquanto a produção de carne bovina diminuiu 3.5% (menor produção para consumo em Ayacucho, Cajamarca e Amazonas).

Porém, nos últimos meses observou-se que a produção de frango entrou em processo de recuperação do ritmo de crescimento e isso se deve à recuperação que a demanda interna vem apresentando, graças à progressiva expansão das fases de reativação económico e aumento da atividade comercial na restauração no final do ano.

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

Muitos atores garantem a disponibilidade de mirtilos nos EUA.
Mirtilos dos EUA recebem um aumento de US$ 1,3 milhão
A inteligência artificial transformará o monitoramento do mirtilo