As exportações chilenas de mirtilo fresco aumentaram 6% em 2021

Apesar das dificuldades que a indústria chilena enfrentou devido à pandemia, a quantidade e o valor dos mirtilos chilenos exportados aumentaram no ano passado.

A distância entre o Chile e seus principais mercados tornou-se uma desvantagem competitiva para o país do sul. A pandemia colocou em xeque a cadeia de abastecimento marítima, aumentando os preços dos contentores frios e o tempo de viagem dos produtos até ao seu destino. Essa situação fez com que os agricultores chilenos fossem mais exigentes com os mirtilos que selecionam, garantindo que tenham qualidades para durar durante o tempo de viagem sem perder a qualidade.

Apesar desta situação, a exportação de mirtilos chilenos durante 2021 aumentou 6% em relação a 2020, de acordo com o Escritório de Estudos e Política Agrária. Foram embarcadas 112.765 toneladas de mirtilos frescos entre janeiro e dezembro com um valor total de 572 milhões de dólares (FOB), um aumento de 5% em relação ao período anterior. O pico do preço aconteceu em setembro, quando foram atingidos 12.58 dólares por quilo exportado.

47.7% dos mirtilos foram enviados para os Estados Unidos. Segue-se Holanda (19.09%), Reino Unido (7.29%), China (6.08%) e Coreia do Sul (4.15%) como seus principais mercados.

Devido às difíceis condições de transporte, a exportação de frutas congeladas aumentou em popularidade, uma vez que lidam melhor com longos tempos de viagem. Durante o ano passado, o valor dos mirtilos congelados chilenos aumentou 15.5% em relação a 2020, chegando a 48 mil toneladas embarcadas para o exterior.

Orgânico

Conforme relatado Odepa, a demanda por produtos orgânicos globais deverá ultrapassar 150 bilhões de dólares em mais 5 anos. Incentivado por consumidores com maior consciência ecológica, esse mercado torna-se uma oportunidade competitiva para o Chile, que conta com acordos de equivalência orgânica com a União Européia e Suíça, além de entendimento com o Brasil. Um acordo com os Estados Unidos está atualmente em andamento e negociações estão em andamento com o Japão e a Austrália.

Durante 2021, 19 mil toneladas de mirtilos orgânicos frescos foram exportados do Chile e 14 mil congelados, atingindo um valor total de 157 milhões de dólares (FOB). A quantidade total de mirtilos orgânicos exportados aumentou 17.8% em relação ao período anterior.

Os Estados Unidos são o principal importador de mirtilos orgânicos chilenos, comprando 79,43% desse mercado. As duas maiores participações que se seguem são a Holanda (8.21%) e a Alemanha (1.63%).

A Odepa também destacou a oportunidade de produtos orgânicos no mercado interno, dado o alto índice de importação de orgânicos no Chile.

Mais produção, menos superfície

Após o final da primeira década dos anos 2000, o mirtilo tornou-se uma cultura extremamente popular. Entre 2010 e até o momento, a área plantada aumentou 150,74%. No entanto, a irrupção do Peru no mercado tornou o setor mais competitivo, o que, somado às recentes dificuldades de transporte e ao interesse por novas culturas mais lucrativas, levou a uma queda de 2021% na área plantada com mirtilo durante 0.8. , após permanecendo praticamente o mesmo durante 2020 e 2019.

Em 10 anos, a região de Ñuble teve o maior aumento de área plantada, tornando-se a segunda região com maior área de plantações de mirtilo durante 2021, apenas precedida por Maule. Depois dessas regiões estão La Araucanía, Biobío, Los Ríos, Los Lagos e O´Higgins.

O Chile continua sendo o segundo maior exportador de mirtilos do mundo. Conheça a opinião de especialistas e técnicos sobre como manter a competitividade do Chile no mercado mundial desta fruta nos próximos XVIII Seminário Internacional de Mirtilos Chile 2022, a ser realizado no dia 7 de abril no Centro de Conferências Monticello.

fonte
Catalina Pérez R. - Consultoria de mirtilos

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

Driscoll's concorda com os termos da aquisição da Berry Gardens

Análise do panorama mundial da produção de mirtilo

Paula del Valle analisará as variedades do Peru e seu post...